Hidratação na terceira idade ajuda a evitar doenças; veja dicas

A falta de líquido no organismo compromete as funções cerebrais

csm_idoso-agua1_d03ae9dc59Já se hidratou hoje? Quantas vezes? Foi o suficiente?… Você agora talvez deva estar se perguntando: Por que a insistência em saber se já tomei água ou qualquer outro líquido que não seja café, álcool ou refrigerante? Pois bem, a resposta é fácil: esse simples hábito diário pode evitar grandes problemas à saúde, principalmente na velhice.

E não se trata somente de desidratação. A falta de líquido no organismo compromete as funções cerebrais e causa danos.

Segundo o clínico-geral do Hospital das Clínicas, Arnaldo Lichtenstein, o problema costuma ser mais comum nos idosos, devido à falta de reserva de água no organismo.

Entre os problemas que podem surgir estão: confusão mental, desorientação, dificuldade em reconhecer pessoas, falar bobagens e até a morte. Estes e outros sintomas podem ser confundidos com os de doenças como a diabetes e até mesmo infecções.

Ele explica que ao nascer, um bebê tem 90% de água no corpo, na adolescência o volume cai para 70%. Na fase adulta, o índice é de 60% e na terceira idade fica em torno de 50%.

Além da falta da reserva de líquido, existem outros agravantes. “O idoso tem limitações. Pode ser uma artrite, artrose ou demais problemas de locomoção, que contribuem para que a hidratação seja prejudicada. Por isso é tão importante que os cuidadores estejam atentos a essa situação”.

Lichtenstein informa, também, que a falta de água no corpo reduz a oxigenação no sangue e consequentemente no cérebro, que é o responsável pela sensação da sede.

Orientação

Para evitar que os idosos apresentem esses sintomas, decorrentes da falta de hidratação, o médico orienta aos familiares e cuidadores a sempre oferecerem água durante o período da manhã e à tarde. Antes de dormir, porém, não é muito aconselhado, pois pode dar vontade da pessoa ir ao banheiro e se machucar no caminho.

O clínico-geral explica que exceto café, refrigerante e álcool, todos os líquidos são benéficos. Questionado se os sucos de caixinha e demais bebidas industrializadas seriam prejudiciais, devido à quantidade de sal, ele faz uma ressalva.

“Se o idoso não tiver problema de pressão alta, o sódio pode ser até benéfico, pois ajuda a reter o líquido”, afirma Lichtenstein, que não determina tempo para que seja feita a ingestão de água. “O importante é oferecer e tornar isso em um hábito”.

Fonte

Salvar